Guia prático para recolocação profissional

Esse guia com dicas de recolocação é direcionado para o profissional que busca retornar ou fazer uma transição dentro do mercado de trabalho, focado especialmente para quem pretende ocupar uma boa posição, pensando sempre nas melhores empresas.

Guia para a recolocação profissional da driverh

Como um esportista que se prepara para uma competição, a preparação do candidato para cada etapa de sua recolocação no mercado de trabalho deve ser constante, ou seja, não adianta se limitar àquela visão de que “basta atualizar o currículo uma vez por ano” e permanecer desatualizado sobre as tendências dos processos seletivos, contratações e do seu mercado específico.

Para conhecer mais tendências de processos seletivos e entrevistas, leia nosso artigo: https://www.driverh.com/artigos/tendencias-processos-seletivos/

Invista tempo e recursos para ter um Currículo atrativo

Com a crise de 2013, o mercado se tornou mais competitivo e muitos profissionais em busca de destaque investiram em currículos de maior qualidade.O profissional recentemente desempregado deve evitar confiar no potencial de seu currículo antigo, baseado nos resultados que o mesmo gerou em suas recolocações antes da crise. O mercado atual se adaptou e tem, como expectativa, currículos de melhor qualidade do que os de antes de 2013.

Algumas orientações básicas e que podem ser colocadas em prática imediatamente são a padronização e a formatação do currículo. Utilize uma fonte legível, que sirva para todas as plataformas, como notebook, smartphone ou tablet. As mais indicadas são Arial, Calibri, Garamond ou Verdana, e o tamanho da fonte pode ser 11 ou 12.

Padronize o espaçamento entre as linhas e os parágrafos, além de organizar o tamanho do próprio currículo. Um bom currículo tem, no máximo, duas páginas. Se o profissional possuir uma trajetória que o levou a uma posição de alta gestão, pode ser que o currículo tenha três páginas. Nunca mais do que isso!

Caso queira, você também pode solicitar um orçamento para Consultoria de Currículo da driverh: https://www.driverh.com/servicos/consultoria-em-curriculo-e-linkedin/

Mantenha atualizadas as redes sociais

O currículo, que deve estar impecável, já não é o único meio de avaliação de candidatos. Profissionalize suas redes sociais, principalmente as que são utilizadas no meio profissional, como LinkedIn e/ou Instagram.

Comece pela foto do perfil, que deve ser profissional e passar uma mensagem assertiva sobre sua carreira. Selecione com critério as palavras-chave da sua área e segmento, incluindo-as em seu perfil, principalmente os termos de busca utilizados para encontrar profissionais como você.

Além de narrar sua trajetória de forma completa, lembre-se de anexar seu currículo ao próprio LinkedIn e deixar seus dados de contato abertos ao público e não apenas à suas conexões de 1º grau.

No caso das redes sociais que você não quer dividir com colegas e possíveis chefes, mantenha seu perfil em modo privado. Tenha maturidade para avaliar o que pode ou não ser publicado e exposto, pois a rede social é seu cartão de visita – você nunca sabe quem poderá te indicar, ou conhecer um atual gestor ou colega de trabalho.

Caso você queira se aprofundar e saber mais sobre como aumentar a visibilidade de seu LinkedIn: https://www.driverh.com/artigos/como-aumentar-a-visibilidade-de-seu-linkedin

Divulgue seu perfil do LinkedIn

E agora, como divulgá-lo de maneira eficiente? A primeira atitude é buscar as vagas por meio do próprio LinkedIn e se cadastrar nelas. É importante também entrar no site da empresa que está divulgando a vaga e se cadastrar no banco de dados do site da própria empresa.

O fato é que o LinkedIn ranqueia os perfis mais próximos dos pré-requisitos da vaga e, com esse recurso, pode ser que seu currículo não fique entre os primeiros (imagine, então, se o seu LinkedIn estiver mal preenchido ou incompleto), por isso é essencial se cadastrar no site das empresas também.

Para chegar mais perto ainda da oportunidade, encontre o perfil do recrutador no LinkedIn e entre em contato: envie uma mensagem e compartilhe seu currículo! Não precisa pensar que está sendo invasivo, pois os recrutadores estão acostumados com esse tipo de abordagem.

Além disso, você pode abordá-los pró-ativamente, mesmo quando não houver uma oportunidade em aberto na empresa onde você gostaria de trabalhar.

Caso você queira se aprofundar e saber mais sobre como utilizar o LinkedIn para procurar por novas oportunidades:  https://www.driverh.com/artigos/como-usar-o-linkedin-para-procurar-emprego

Prepare-se para suas entrevistas por telefone – triagem

Por mais comum que seja receber uma ligação do recrutador de talentos, muitos profissionais se esquecem de se preparar para uma possível entrevista por telefone (triagem), procedimento que faz parte dos processos de seleção para diversos tipos de vagas de emprego.Atualmente, entrevista por telefone não é exceção, é regra! Se o recrutador liga, é porque o currículo foi pré-aprovado ou está muito próximo disso. Se tudo for bem na conversa por telefone, as chances de conquistar uma vaga são imensas.

Caso você queira se aprofundar e saber mais sobre como ser aprovado em entrevistas de Triagem/ por telefone: https://www.driverh.com/artigos/como-ser-aprovado-na-entrevista-por-telefone

Estruture seu discurso para a entrevista com o recrutador

Se antes as teorias psicanalíticas eram aplicadas por profissionais de recursos humanos, para a escolha do melhor candidato, buscando desvendar sua personalidade, atualmente a metodologia predominante é a análise do comportamento, sendo uma abordagem e uma leitura objetiva sobre o candidato, o qual demonstrará possuir ou não a capacidade para ocupar a vaga.

Jamais subestime as perguntas! A meta do recrutador nem sempre é saber o conteúdo da sua resposta, mas a sua reação diante da questão. Estratégia, objetividade e clareza: mantenha essas palavras em mente e prepare seu discurso da melhor maneira que puder.

Faça um mapeamento de mercado

Comece o mapeamento de mercado de acordo com as empresas aderentes ao seu perfil profissional e currículo. Inicie sua lista com o nome de 50 empresas onde gostaria de trabalhar, buscando nas redes sociais pelos recrutadores, pelos gerentes de Recursos Humanos e por possíveis gestores.

Peça conexão com esses perfis e divulgue, de maneira personalizada, seu currículo para cada um deles. Dê preferência ao recrutador, pois é ele quem está mais aberto a esse tipo de contato!

Monte uma estratégia eficiente de abordagem de seus contatos de Networking

Todos os profissionais afirmam manter seu networking ativo, mas muitos sentem vergonha ao solicitar indicação para vagas de emprego ou até mesmo acreditam que estão se humilhando ao pedir uma simples indicação. Existem também aqueles que pedem ajuda a todos que interagem, o que também é um erro.

Para atingir seu objetivo de recolocação, procure os colegas de trabalho com quem você tem e teve boa relação no dia a dia profissional e peça, gentilmente, para que eles compartilhem e indiquem seu perfil do LinkedIn para os recrutadores e gestores das empresas em que trabalham.

Demonstre aos seus colegas que tudo bem caso eles não se sintam à vontade para indicar seu perfil, pois não adianta conseguir a indicação e perder o relacionamento.

Assim como indicado no tópico de mapeamento de empresas, faça um mapeamento dos seus contatos de trabalho e comece a agendar cafés e almoços, lembrando que quem convida é quem paga a conta.

Mantenha proximidade com esses profissionais, lembrando que o foco não são apenas as indicações, mas que você se mantenha “fresco em suas memórias” quando souberem de uma boa oportunidade profissional.

Trocar informações sobre negócios e mercado de trabalho é sempre uma oportunidade de adquirir informações, as quais você poderá utilizar em suas entrevistas e processos seletivos.

Caso você queira se aprofundar e saber mais sobre como construir uma rede de networking que gera resultados: https://www.driverh.com/artigos/como-criar-uma-rede-de-networking

Pratique seu discurso constantemente

Aborde as empresas e os profissionais pelo LinkedIn mensalmente, sem perder o histórico de conversa com cada contato. Por mais tentadora e rápida que possa ser a utilização do Ctrl C + Ctrl V, nada substitui o contato humanizado e personalizado, que é o que realmente traz resultados para quem quer, de verdade, se recolocar no mercado de trabalho.

A era é da tecnologia, mas continuamos sendo seres humanos com memória afetiva, por mais tecnológico que seja o networking.

Caso você queira se aprofundar e saber mais sobre como ser aprovado na entrevista final: https://www.driverh.com/artigos/como-ser-aprovado-na-entrevista-final

Contrate a assessoria para recolocação da driverh

A driverh é uma das melhores consultorias para recolocação profissional do Brasil. Conheça aqui a história de alguns dos profissionais que foram assessorados em suas Recolocações Profissionais pela driverh.

Converse conosco e tire suas dúvidas através de um call objetivo. Entre em contato conosco pelos nossos canais de atendimento: contato@driverh.com.br, (11) 3130 6975 ou (11) 9 5481 6647 (WhatsApp).


©2016 – Todo conteúdo produzido no site www.driverh.com é original e de autoria própria – Protegido pela Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais na Internet.

Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência.