Como exercer sua liderança em momentos de crise 

O impacto da pandemia trouxe mudanças em todas as empresas e consequentemente pressionou de forma redobrada os líderes.

Em qualquer empresa, quando acontece uma mudança drástica de cenário, as pessoas tendem a consultar os líderes para entenderem quais serão os próximos passos e quais são as perspectivas para enfrentar o desafio à frente. 

Entretanto, nem todos os líderes estão prontos para enfrentarem uma crise, ainda mais a nível mundial. Muitos tomaram ações errôneas ou não se expressaram da melhor forma possível durante os acontecimentos da pandemia, gerando assim maior comoção e tensão entre os colaboradores.

Por isso, unimos aqui os melhores direcionamentos para enfrentar de forma mais assertiva cenários incertos. 

Como liderar em momentos de crise

Reconheça o cenário atual 

Em momentos difíceis, muitos líderes, na intenção de passar uma imagem positiva e acalmar os colaboradores, acabam passando uma ideia errada em relação à crise, mostrando confiança demais e que tudo passará bem rápido. Como muitos cenários são incertos, é muito difícil prever resultados válidos tão rapidamente e ainda mostrar somente positividade. 

Não estamos dizendo que você não deve ser um líder positivo, mas sim que deve ponderar as reações e feedbacks frente às equipes, para que assim você não perca credibilidade como gestor, principalmente em momentos onde você precisa atualizar sua equipe sobre a situação da empresa e as próximas ações previstas. 

Leia também:

5 dicas de liderança para se tornar um gestor autêntico

Recolocação profissional de gerentes

Crie redes de equipes para começar a responder à crise 

Em uma crise, a liderança das empresas fica em foco, suportando alto nível de pressão devido à alta demanda de reação à crise. Sendo assim, é importante dividir decisões com pessoas-chave através da distribuição de autonomia. 

O primeiro de tudo é preparar líderes e diretoria em relação à uma mudança na estrutura organizacional que provavelmente quebrará partes da hierarquia vertical e distribuirá responsabilidades. 

Para colocar em prática, deve-se aplicar a estratégia de criar redes de equipes ágeis, que são pensadas justamente para resolução de desafios e criação de soluções. Tais redes de equipes devem ser mescladas e contar com membros de departamentos diversos, para que assim a resposta à crise venha com mais velocidade. 

É interessante nomear colaboradores-chave como representantes líderes entre cada equipe, além de capacitá-los e oferecer autonomia para tomadas de decisões que não precisarão passar pela alta gestão da empresa. 

Nomeie colaboradores que mostram possuir inteligência emocional e calma deliberada, ou seja, que serão capazes de se “desligar” das situações difíceis para obter uma perspectiva maior e assim definir as próximas ações que devem ser tomadas. 

Exemplos de organização de equipes para passar por momentos de crise:

  • Equipes executivas
  • Equipes líderes de respostas à crise: formada por gerentes de projetos, por exemplo
  • Equipes tomadoras de ações: formada por colaboradores dos setores de cadeira de suprimentos, tecnologia da informação, comunicações externas, gestão de finanças, etc. 
  • Faça pausas antes de tomar qualquer ação 

Ao liderar em meio à crise, o gestor precisa priorizar sua inteligência emocional e a calma deliberada, que na prática podem ser desenvolvidas através de pausas antes de tomadas de decisões.

Apenas alguns minutos de pausa auxiliam o gestor a melhorar sua perspectiva sobre o cenário atual e ponderar as diversas opiniões sobre o assunto.  Além disso, evita a tomada de decisões antecipadas, feitas de forma errada pelo ímpeto do momento. 

Quando optar por fazer pausas, o gestor deve refletir sobre os diferentes pontos de vista de sua equipe, antever situações positivas e negativas e só depois tomar ações práticas. É interessante também organizar as decisões entre aquelas que são sem risco, com baixo risco e com alto e dar prioridade para aquelas que são urgentes.

Leia também:

A importância da inteligência emocional no trabalho

Ter uma comunicação transparente e informações atualizadas 

Comunicação é a chave para ter uma liderança que traz resultados e promover confiança em toda a empresa. 

Sob pressão, muitos líderes acabam passando informações da forma errada às equipes, situação que pode derrubar a confiança das pessoas e até de stakeholders do negócio. 

Ser transparente deve ser fator principal nas lideranças em momentos de crise, e isso não significa omitir informações difíceis de serem absorvidas, e sim fornecer dados realistas. 

Quanto mais atualizada às equipes estiverem sobre as situações, mais se sentirão confortáveis e engajadas em buscarem soluções. 

Leia também:

Videoconferência: como se comunicar melhor

Melhorar a conexão com a equipe e oferecer empatia

Nenhuma destas dicas de liderança funcionará se o gestor não dar atenção e ter empatia com as pessoas que o cercam. 

Durante a pandemia, grande parte dos colaboradores vivenciaram momentos difíceis dentro de suas famílias, enquanto ao redor do mundo só se viam notícias de tragédias que balançavam e pioravam o emocional de qualquer pessoa.

Por isso, em um cenário tão delicado quanto o que vivemos, as pessoas têm a necessidade de se sentirem conectadas. Podemos considerar aqui tanto a conexão social quanto com os objetivos da empresa onde trabalham, para assim ficarem verdadeiramente motivados para seguirem em frente. 

A liderança precisa então ter equilíbrio e entrar para fazer a diferença na vida das pessoas demonstrando empatia, a fim de reforçar a resiliência, bem-estar e envolvimento de toda a corporação. 

Você é um gestor e está em busca de uma movimentação de carreira? Conte com a driverh

driverh é uma das melhores consultorias para recolocação profissional do Brasil. Conheça aqui a história de alguns dos profissionais que foram assessorados em suas Recolocações Profissionais pela driverh.

Converse conosco e tire suas dúvidas através de um call objetivo. Entre em contato conosco pelos nossos canais de atendimento: contato@driverh.com.br, (11) 3130 6975 ou (11) 9 5481 6647 (WhatsApp).


©2016 – Todo conteúdo produzido no site www.driverh.com é original e de autoria própria – Protegido pela Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais na Internet.

Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência.