Qual é o seu ponto fraco? Como responder

Continuando a série sobre perguntas que os recrutadores fazem durante uma entrevista de emprego, hoje vamos falar sobre um questionamento que geralmente deixa as pessoas inquietas: qual o seu ponto fraco?

Como responder “qual seu ponto fraco?”

Em diferentes tipos de processo seletivo e dependendo também do nível do cargo ao qual você está se inscrevendo, essa pergunta pode surgir na conversa de outras formas:- Qual o seu maior defeito?

– Porque eu não devo te contratar?
– O que atrapalha seu dia a dia no trabalho?
– Me diga uma característica que você mudaria em você mesmo.

Como responder na entrevista

É importante você ter em mente que essa é uma pergunta que todas as pessoas vão ficar nervosas para responder. Ou seja, não se cobre tanto para dar ao recrutador a melhor resposta do universo. Não se preocupe em contar a coisa mais estranha da sua carreira ou da sua personalidade. Não é isso que está sendo questionado.

Neste momento, procure compartilhar um ponto da sua carreira que você pode se desenvolver. Um ponto que não foi desenvolvido com profundidade por conta das suas experiências profissionais no passado. Algo que não foi trabalhado na mesma medida que você desenvolveu outras características mais necessárias em outros cargos que você teve anteriormente.

Lembre-se também que tudo aquilo que você desenvolveu com o tempo foi porque era necessário desenvolver para os cargos que você ocupou. O que você acabou não desenvolvendo apenas não era vital naquele momento. Nada disso significa que você é um profissional ruim.

Além disso, falar com maturidade sobre os seus pontos fracos faz toda a diferença durante uma entrevista.

Ofereça soluções

Ao dar a sua resposta dessa em um processo seletivo, é importante também que você ofereça um panorama sobre esses pontos e sobre como você está trabalhando neles ao longo do tempo. Como você lidava com eles há 5 anos atrás, 1 ano, ou seis meses atrás.

Dessa forma, você mostra que não está apenas monitorando a sua característica, o seu ponto fraco, mas você também está trabalhando nisso.

Como explicar o seu ponto fraco

É importante entender que essa não é exatamente uma resposta que vai carimbar você. O recrutador vai perguntar também para entender como você se comporta frente a uma questão mais profunda. É legal explicar como isso existe no seu dia a dia e como você está trabalhando para reverter essa situação.

Então é importante explicar tudo sobre esse ponto fraco, mesmo que ele seja uma competência mais técnica. Ao mesmo tempo, procure mostrar que você está olhando para isso e está preocupado com o seu desenvolvimento.

O entrevistador precisa entender o contexto, o porquê desse ponto não ter sido desenvolvido. É uma forma mais humana de dar essa resposta que com certeza vai fazer toda a diferença na sua entrevista.

Foque em seu profissionalismo

Portanto, é importante lembrar que existem diferentes tipos de empresas e segmentos. Trabalhar com vendas pode fazer com que você desenvolva capacidades que não desenvolveria se você trabalhasse na indústria, por exemplo.

Então, responda a essa pergunta de uma forma humana, estruturada e que fique claro para o seu entrevistador que este ponto fraco não vai impedir você de executar as suas tarefas. Você simplesmente passou mais tempo preocupado com outros pontos da sua carreira.

Conheça a assessoria para recolocação profissional da driverh 

driverh é uma das melhores consultorias para recolocação profissional do Brasil. Conheça aqui a história de alguns dos profissionais que foram assessorados em suas Recolocações Profissionais pela driverh.

Converse conosco e tire suas dúvidas através de um call objetivo. Entre em contato conosco pelos nossos canais de atendimento: contato@driverh.com.br, (11) 3130 6975 ou (11) 9 5481 6647 (WhatsApp).


©2016 – Todo conteúdo produzido no site www.driverh.com é original e de autoria própria – Protegido pela Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais na Internet.

Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência.