Como usar o LinkedIn para procurar emprego

Você quer saber como usar o LinkedIn para procurar emprego? Nesse artigo, você irá encontrar orientações úteis para quem está buscando uma Recolocação Profissional no mercado, e gostaria de utilizar o LinkedIn como uma ferramenta para participar de mais processos seletivos.

O que é o LinkedIn? Como funciona?

LinkedIn, (ao contrário dos outros sites de busca de vagas), é uma rede social, uma plataforma para o networking, que oferece soluções de busca de talentos para empresas e treinamentos e outros conteúdos para as pessoas físicas cadastradas na rede.

[Caso você queira saber quais são os melhores sites de busca de vagas, clique aqui.]

O profissional cadastrado tem um perfil que contém informações relacionadas à sua carreira, e além de poder navegar no perfil de outros profissionais, pode se cadastrar nas oportunidades que são abertas na plataforma. Adicionalmente, o LinkedIn tem um feed de postagens coletivo, onde pode-se acompanhar as postagens de suas conexões na rede.

Adicionalmente, por mais que a tecnologia venha avançando à passos largos, muitas pessoas e profissionais ainda não estão habituados com as consequências de se ter um perfil em uma rede social, muitos inclusive, não têm clareza a respeito da visibilidade exata que essas redes geram em relação a seus perfis profissionais.

Nesse artigo, vamos abordar como tornar um perfil de LinkedIn em uma ferramenta geradora de oportunidades e Recolocação Profissional:

Foto do Perfil: A primeira impressão é importante

A foto cadastrada no perfil do LinkedIn deve ser profissional e passar credibilidade. É importante que o usuário da rede entenda que por mais que o LinkedIn seja similar a outras redes, o LinkedIn é uma rede estritamente profissional e corporativa.

Quando um recrutador ou profissional de RH avalia um perfil, a maior preferência deles é contactar perfis que tenham informações abundantes em suas passagens profissionais, e além disso, uma foto.

A foto, além de identificar o profissional, pode ser utilizada como uma fonte de geração de empatia, portanto, a escolha da foto é extremamente estratégica para sua Recolocação Profissional.

Para alguns, esse fato pode soar superficial, pois em teoria os profissionais deveriam ser avaliados apenas por suas competências, correto? Mas a cada dia que passa, as empresas querem contratar as pessoas certas e não apenas os profissionais certos.

O engajamento de seu perfil é um diferencial

Outra tendência que afeta a atratividade de candidatos no mercado, é o employee branding: as empresas têm um maior interesse por profissionais que possam se tornar embaixadores de sua marca em redes sociais e em círculos de networking. Avaliando por esse lado, fica claro o quanto investir em sua marca pessoal é importante para sua Recolocação Profissional e para seu crescimento profissional.

Valorize sua carreira com descrições detalhadas

O profissional deve descrever a sua carreira de forma generosa, tomar cuidado com a formatação e a estética, mas deve se preocupar principalmente com a qualidade das informações contidas em cada etapa de sua carreira. O LinkedIn deve estar alinhado com o Currículo, outras redes e sites de vagas, ou seja, é esperado que o LinkedIn reflita exatamente o Currículo do profissional.

Ter informações picotadas e diferentes em cada fonte, prejudica a credibilidade do profissional que está buscando sua Recolocação no mercado e faz com que o recrutador levante pontos de objeção durante sua entrevista. Esse é um ponto que muitos profissionais ignoram – e por isso, ficam mais tempo do que o necessário buscando por uma recolocação: quando um Currículo é bem estruturado, ele tem o poder de inclusive gerar valor para a entrevista do profissional.

Vale lembrar que o perfil deve conter as palavras chave corretas para ser encontrado no LinkedIn pelos recrutadores, headhunters e parceiros de negócios.

Comportamento na Rede

Para finalizar, é importante que o profissional se comporte de forma profissional na rede, independente do comportamento de outros profissionais. Todo conteúdo curtido, comentado e compartilhado é visível para recrutadores e profissionais que possam avaliar seu perfil para uma nova oportunidade.

Mostre o seu conhecimento

O LinkedIn do profissional deve conter assuntos relativos às suas atividades profissionais e a produção de conteúdo é uma tendência!

Ao gerar conteúdo, o profissional está gerando valor para a carreira de pares, possíveis subordinados e superiores – dessa formam fica muito mais fácil ser lembrado pela rede de contatos.

O LinkedIn possibilitou destaque aos profissionais mesmo que não tenham um networking tão amplo inicialmente. Escrever sobre a própria área de atuação gera valor e autoridade, dois gatilhos que fortalecem a imagem do profissional e silenciam possíveis pontos de atrito e objeção durante uma possível entrevista – muito mais eficiente do que ficar pedindo favores para profissionais aleatórios na rede, correto?

Conclusão

Diante do exposto nesse artigo, fica clara a importância do profissional ser realista e se adaptar às novas demandas do mercado. O profissional não deve apenas se preocupar em ser um bom profissional, mas também em como se posicionar no mercado, e assim, construir uma marca pessoal de sucesso.

Adicionalmente, clique aqui para ler sobre como aumentar a visibilidade de seu perfil para recrutadores e headhunters dentro do LinkedIn.


© 2016 – Todo conteúdo produzido no site www.driverh.com é original e de autoria própria – Protegido pela Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais na Internet.

Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência.