Como aumentar a produtividade no home office

Um ano após a chegada da pandemia, pode-se afirmar que as empresas já estão mais adaptadas ao home office, mas, chegou a hora de rever os processos do home office e melhorá-los, afinal, ao contrário do que muitos pensaram no começo da crise, este é um formato de trabalho que veio para ficar. 

O home office já era uma tendência de mercado, mas que foi acelerada na pandemia. 

Em algumas empresas multinacionais, este formato de trabalho já era uma realidade há muitos anos, entretanto, o home office era visto como um benefício dado aos colaboradores mais seniores, e não como um modelo de trabalho a ser aplicado a toda força de trabalho de uma empresa. Já as empresas de segmentos mais conservadores, as mesmas sempre se mostraram muito resistentes a este modelo. 

Está claro que esta resistência se quebrou em meio à pandemia e as empresas foram obrigadas a se adaptarem rapidamente ao novo formato que foi implantado às pressas, gerando assim processos e modelos de trabalho improvisados.

Neste artigo iremos abordar o tema de produtividade no home office. Continue a leitura.

O que é a produtividade no home office

Produtividade significa execução de tarefas. O profissional que consegue ser produtivo em home office é aquele que entrega as atividades destinadas a ele independente do ambiente que está, como por exemplo, sua própria casa. 

Ser produtivo no formato de home office mostra que o profissional consegue ter sua mente completamente focada em uma tarefa, mesmo que este foco seja dividido em períodos e que seja necessário fazer pausas, e dentro de um ambiente doméstico – diferente do que o profissional estava acostumado. 

O profissional que está trabalhando neste formato, deve mostrar de forma explícita à sua liderança que é capaz de avançar nos projetos que está envolvido e consegue apresentar resultados concretos. 

A importância de profissionalizar o home office 

De acordo com uma pesquisa feita pela Fundação Instituto de Administração (FIA), 46% das empresas adotaram o home office durante a pandemia causada pela covid-19. 

Por isso, é essencial discutir a formalização do home office, pois além de ser uma tendência que dominou o mercado de trabalho em 2020, ela seguirá sendo aderida por milhares de empresas em todo o mundo.

Com o formato cada vez mais estabelecido, é necessário reajustar o que foi implementado de forma improvisada no início da pandemia

Hoje é necessário olhar o que pode ser melhorado nos processos de home office, tanto em tecnologia para acompanhamento e otimização da produtividade, quanto no ambiente físico e suas ferramentas de trabalho, pensando também na saúde do colaborador. 

Leia também: 

Tendências do mercado pós-pandemia

Como ter mais produtividade no home office

Ressignificar o conceito de “casa” e “descanso”

Antes de tudo, o profissional precisa tirar um momento de reflexão sobre o significado (até então) dialético do “ambiente de trabalho” vs. o “ambiente doméstico”. 

Muitas pessoas subestimam essa análise, mas a verdade é que em nosso subconsciente, o significado de casa é o mesmo que relaxar, afinal, passamos a maior parte de nossas carreiras trabalhando fora de casa e voltamos para ela na hora de finalmente descansar. 

Apesar de ter que compartilhar o mesmo lugar físico para descansar e trabalhar, o profissional precisa ter em foco suas responsabilidades e que apesar de estar trabalhando de casa, não é legal assimilar o home office com descanso e relaxamento. 

Essa análise ajudará o profissional a manter sua produtividade mesmo trabalhando em casa e a delimitar horários entre momentos de descanso e de trabalho, pois o que define o ambiente doméstico e o ambiente de trabalho não é mais o espaço físico necessariamente, mas o horário pré-estabelecido para cada um das respectivas atividades

Profissionalize seu home office

Já que o home office veio para ficar, o profissional que está trabalhando ou buscando uma recolocação profissional, precisa pensar na sua estrutura ideal de trabalho.

Os escritórios são ambientes propícios para incentivar a produtividade dos colaboradores, pois são desenvolvidos 100% com este foco através de decoração, iluminação, cores, mesas, cadeiras e organização.

Ao migrar o trabalho presencial para o remoto, a estrutura precisa possibilitar a produtividade do profissional – mesmo e principalmente na realidade do home office. No começo, as empresas estavam em uma condição de improviso, então não incentivaram essa questão. Hoje, com o home office já instaurado, o incentivo à reestruturação do ambiente de trabalho voltou a ser pauta. Existem empresas que inclusive oferecem incentivos para que o colaborador possa comprar itens que estejam faltando para sua máxima produtividade. 

Pensando no mercado de trabalho e em processos seletivos, é importante ainda que o candidato mostre a empresa contratante que está pronto e adaptado para o home office e já conta com uma estrutura em sua casa, com boa internet e local de trabalho organizado, com tudo que precisa. Esse preparo mostrará que o profissional é capaz de garantir sua produtividade no home office, e que para o mesmo o home office é um tema levado a sério.

Cuidar da saúde e segurança do trabalho

Além de ajudar a melhorar a produtividade no home office, melhorar o ambiente de trabalho também ajuda a cuidar da  saúde e segurança do profissional. Alguns dos principais problemas que podem ser evitados utilizando-se de uma estrutura correta, é o L.E.R. (Lesão por Esforço Repetitivo), tendinite, bursite, hérnias, dores nas costas e no pescoço.

Quando o profissional investe em um ambiente organizado e com móveis corretos, como cadeira e mesas de escritórios com a altura correta e com a ergonomia indicada, o mesmo cuida para que acidentes de trabalho não aconteçam, evita problemas de saúde e ainda incentiva a sua produtividade:

  • Deixe seu teclado e mouse localizados à sua frente; 
  • Mantenha seus cotovelos em ângulo de 90°;
  • Mantenha punhos sempre retos; 
  • Deixe seu monitor em distância de 60 cm (distância do seu braço projetado para frente)
  • Ajuste a altura do monitor para projetar uma linha reta entre seus olhos e a borda superior da tela;
  • Ajuste o encosto da cadeira para sua região lombar e costas estejam sempre apoiadas;

Leia também: 

A importância da inteligência emocional no trabalho

Não subestime as capacitações de gestão de tempo

É importante que o profissional não subestime o poder dos cursos e conteúdos relacionados à gestão de tempo. 

Hoje existem diversas metodologias no mercado através de livros, cursos e treinamentos. Se o profissional gostou de um estilo de gestão, recomendamos que busque por outros e crie um repertório de técnicas próprias, mas não deixe de aprender sobre esta temática. 

A execução de tarefas não é simples como muitos pensam e existem milhares de profissionais que não conseguem atingir a produtividade no trabalho por não conseguirem organizar o tempo de execução das tarefas. 

Existem técnicas que ajudam a separar períodos de tempo, a manter o foco, a fazer pausas cronometradas, etc. Recomendamos que os profissionais não deixem de estudar sobre este assunto para assim, aumentarem sua produtividade e satisfação profissional no home office. 

Identifique o que não está funcionando e busque por soluções

Se o profissional ainda sente que não consegue desempenhar seu trabalho no formato home office com 100% de aproveitamento, o mesmo não deve desistir, mas sim, entender a fundo os motivos dessa dificuldade. Hoje, não saber trabalhar remotamente pode prejudicar o profissional e fazê-lo perder oportunidades valiosíssimas de trabalho. 

Recomendamos a pesquisa de novas ferramentas, teste de novos métodos de trabalho, documentação das dificuldades durante o dia, conversas com outros colegas que estão na mesma situação, leituras sobre sobre produtividade, procrastinação e gestão de tempo.

Leia também: 

Videoconferência: como se comunicar melhor

O perfil do profissional mais buscado no mercado

Conheça a assessoria para recolocação profissional da driverh

driverh é uma das melhores consultorias para recolocação profissional do Brasil. Conheça aqui a história de alguns dos profissionais que foram assessorados em suas Recolocações Profissionais pela driverh.

Converse conosco e tire suas dúvidas através de um call objetivo. Entre em contato conosco pelos nossos canais de atendimento: contato@driverh.com.br, (11) 3130 6975 ou (11) 9 5481 6647 (WhatsApp).


©2016 – Todo conteúdo produzido no site www.driverh.com é original e de autoria própria – Protegido pela Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais na Internet.

Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência.