Por que você está avaliando o mercado?

Em todo processo seletivo, existem perguntas comuns que os recrutadores aplicam a fim de conhecer mais sobre o perfil dos candidatos, e a questão “por que você está avaliando o mercado” é uma delas, principalmente para aqueles profissionais que já estão empregados mas estão em busca de recolocação.

Neste artigo você perceberá que esta questão é feita em todos os tipos de processos seletivos, por isso, unimos dicas do que você deve evitar ao respondê-la e qual é o verdadeiro objetivo dos recrutadores ao fazê-la em uma entrevista. Continue a leitura.

Para qual profissional esta pergunta é feita? 

É uma pergunta que será feita em entrevista de todos os tipos de cargos, desde analistas até diretores e executivos, entretanto, quanto maior o nível de senioridade do cargo, mais importância a resposta desta pergunta tem, pois ela fornece informações essenciais sobre o candidato, como: qual é o cenário da empresa atual dele, as são suas principais motivações, etc. 

Não se esqueça: quanto mais alto o nível de senioridade do profissional, mais difícil fica para ele avaliar o mercado e aceitar participar de processos seletivos. 

Como seu perfil é mais maduro e tem muita experiência de mercado, ele mostra que é mais seletivo e faz diversas considerações antes de aceitar a participação nos processos, pois ele tem muito mais questões em jogo. 

Logo, como seu cenário é mais delicado do que outros profissionais, é importante que ele saiba bem o que vai responder quando for questionado sobre os motivos por estar avaliando novas oportunidades no mercado. 

Leia também:

Tendências dos processos seletivos e entrevistas em 2020

Recolocação profissional de gerentes

O que os recrutadores querem investigar ao fazer a pergunta “Por que você está avaliando o mercado?” na entrevista

Os recrutadores buscam entender principalmente as expectativas do profissional em relação à sua busca de novas oportunidades no mercado.

Para isso, nesta pergunta eles avaliam os motivos para a pessoa estar saindo da empresa atual e entender se são questões relevantes. Para obter esta resposta, eles analisam como está a situação na empresa atual do candidato e o que ele gosta ou não gosta no trabalho.

Exemplo de uma questão que pode ser considerada irrelevante e tirar o candidato do processo seletivo: Um profissional, após fazer uma autoanálise da sua carreira, percebeu que não gosta e não consegue se adaptar ao trabalho em home office e prefere trabalhar no escritório, de forma presencial. Pensando nisso, ele opta por voltar ao mercado de trabalho e na entrevista passa aos recrutadores suas expectativas sobre o local de trabalho.

Na entrevista, os recrutadores até podem entender esta opção do candidato e ter empatia com sua situação, mas infelizmente esta é uma questão que não é relevante e torna-se até irreal no cenário atual do mercado, afinal, a maior parte das empresas mudaram seus processos e estão aderindo cada vez mais o home office. Logo, a tendência é que os recrutadores vão optar por cortar este candidato do processo seletivo.

(Este artigo foi escrito durante a pandemia do covid-19)

Leia também:

Semelhanças entre candidato e entrevistador

Como se recolocar no mercado pós-pandemia

Quais as vantagens para as empresas contratantes de fazer esta pergunta 

É essencial que as empresas conheçam as expectativas dos profissionais que estão contratando, até para se organizarem e entenderem se poderão contar com a pessoa a longo prazo Desta forma, elas conseguem evitar o retrabalho de fazer novos processos seletivos para a mesma vaga, que fazem a empresa perder tempo e investimentos.

Ao fazer esta pergunta em uma entrevista, a empresa conseguirá entender mais sobre a forma de trabalho do profissional no dia a dia e perceber as verdadeiras motivação, ou seja, o que é mais importante para ele no trabalho. 

Além disso, os recrutadores também conseguem entender quais são as questões que desmotivam o profissional, para assim conferir se suas características estão totalmente adequadas ao perfil exigido pela vaga

As melhores práticas para responder à questão “Por que você está avaliando o mercado?”

Ter clareza sobre sua motivação 

O profissional precisa entender bem suas motivações e objetivos em estar em busca de uma nova oportunidade no mercado. 

Para isso, é necessário fazer uma autoanálise do momento da carreira e avaliar se as motivações são questões maduras, profissionais, factíveis e relevantes e não apenas questões pontuais que podem ser entendidas como particularidades pessoais e eliminatórias. 

Ao passar estas motivação para os recrutadores, lembre-se que se você tiver uma questão muito específica, pode ser que a empresa não tenha o interesse em assumir responsabilidade por esta particularidade e se comprometer com expectativas irreais e desconectadas da empresa. 

Alinhar as expectativas com as práticas do mercado

Faça o possível para que suas expectativas sejam factíveis e que possam ser atendidas naturalmente pela empresa contratante. 

Exemplo de situação que deve ser evitada: um profissional viu que uma empresa dos Estados Unidos adotou um novo formato de trabalho, onde libera o trabalho dos colaboradores toda sexta-feira. Logo, este profissional criou essa expectativa ao participar de um processo seletivo no Brasil, entretanto, nenhuma empresa deste segmento no país adota este formato de trabalho e nem tem planos de implementá-lo.  Então, se o profissional optar por citar esta expectativa e qualificá-la como exigência para seu próximo trabalho, ele sem dúvidas será reprovado no processo seletivo. 

Para alinhar as suas expectativas com as do mercado, faça pesquisas tanto no site da empresa quanto de empresas concorrentes do mesmo segmento e perceba se os processos e cultura estão de acordo com seus próprios objetivos de carreira.

Não difame sua empresa atual, nem chefe e equipe

Optar por falar mal da sua empresa atual e de colegas de trabalho é uma abordagem extremamente negativa em processos seletivos e os recrutadores entenderão que você é um profissional que se isenta de suas responsabilidades e costuma colocar a culpa em outras pessoas. 

Em qualquer situação, o ideal é que o profissional perceba sua parcela de responsabilidade e assuma-a, mostrando assim maturidade e profissionalismo. Ou então, se caso estiver passando por um caso mais sério, opte pela sinceridade e foque suas expectativas e necessidades em crescimento e desenvolvimento de carreira, como iremos citar no próximo tópico. 

Leia também:

6 erros fatais que reprovam nas entrevistas

Foque em respostas que citam crescimento e desenvolvimento de carreira

Independente dos problemas e desafios que você vive em sua empresa atual, opte por responder a questão “Por que você está avaliando o mercado?” focando em seu próprio crescimento de carreira.

Exemplo de resposta: “Eu estou avaliando as oportunidades do mercado pois sinto que eu fechei o ciclo de trabalho na empresa atual e aprendi o máximo que eu podia. Hoje estou em uma situação estagnada e sinto que não conseguirei crescer mais na empresa atual, por isso, busco por novos desafios que me farão desenvolver mais minha carreira através de novos projetos, novos locais de trabalho, novas equipes e liderança, novo segmento de mercado, etc.” 

Leia também:

Como mudar de empresa para crescer na carreira

Como ser aprovado na entrevista final

Contrate a assessoria especializada em recolocação profissional da driverh

driverh é uma das melhores consultorias para recolocação profissional do Brasil. Conheça aqui a história de alguns dos profissionais que foram assessorados em suas Recolocações Profissionais pela driverh.

Converse conosco e tire suas dúvidas através de um call objetivo. Entre em contato conosco pelos nossos canais de atendimento: contato@driverh.com.br, (11) 3130 6975 ou (11) 9 5481 6647 (WhatsApp).


©2016 – Todo conteúdo produzido no site www.driverh.com é original e de autoria própria – Protegido pela Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais na Internet.

driverh
driverh
💬 Precisa de ajuda?
✨ Olá, seja bem-vindo(a) à driverh! Você tem interesse em conhecer nossos serviços?