7 dicas para ser aprovado na entrevista digital

As empresas têm agregado novas tecnologias e automatizando diversos processos que antes eram feitos 100% por pessoas, inclusive na área de recursos humanos. Um forte exemplo deste cenário são as entrevistas para selecionar novos talentos, que agora podem ser feitas online ou digitalmente. 

As empresas já estavam em processo de digitalização e implementando de forma gradual os formatos de entrevistas digitais e online, entretanto, a pandemia acelerou este processo e garantiu a rápida democratização e popularização destes tipos de entrevistas, e para todos as senioridades.

Neste artigo, explicaremos o que é a entrevista digital, os motivos para as empresas aderirem a este formato e ainda compartilharemos dicas para que o candidato se prepare para ter uma ótima performance no processo seletivo que conta com este formato de entrevista. Siga a leitura e confira.  

O que é a entrevista digital?

A entrevista digital é um formato de entrevista utilizado para otimizar o processo de recrutamento e seleção das empresas e sua principal característica é que os candidatos não têm interação em tempo real com os recrutadores.

Após o candidato se inscrever em uma vaga de emprego, ele receberá um link em seu e-mail, com o acesso à uma área especial para candidatos da empresa que abriu a vaga. Neste ambiente, o candidato iniciará sua entrevista digital e terá que responder as perguntas feitas através de vídeos. 

Geralmente estas perguntas são pré estabelecidas e o candidato tem um limite de tempo para respondê-las, que varia entre 2 à 5 minutos para cada questão, totalizando em média 30 minutos para finalizar toda a entrevista. 

Como as respostas são por vídeos, os recrutadores podem analisar as gravações algum tempo depois, ou seja, não há interação em tempo real entre entrevistador e candidato. 

Entrevista Digital versus Entrevista Online: Principais diferenças

Estes dois tipos de entrevistas dominaram os processos seletivos feitos em 2020 e seguirão presentes nas estratégias das empresas em 2021. Ambas são feitas de forma remota e longe da estrutura física da empresa contratante, mas elas possuem suas diferenças. 

Diferente da entrevista digital, a entrevista online é feita em tempo real e com interações com o entrevistador. Geralmente são executadas através de ferramentas como o Zoom, Skype, Google Meeting e Teams e podem ter a duração maior do que a entrevista digital, pois são mais flexíveis e dependem da interação e abertura das pessoas participantes.

Uma diferença importante entre as entrevistas é que na digital, o candidato não tem margem para erros ou imprevistos. No momento que ele inicia a gravação de suas respostas, ele precisa finalizá-las, pois a inteligência dos sistemas destas entrevistas são configurados desta forma.

Já na entrevista online, como tem a interação em tempo real, se caso acontecer imprevistos como a queda da internet ou a falta de luz, é possível remarcar. Além disso, como a conversa acontece em tempo real, o entrevistador pode fazer perguntas cuja respostas não ficaram claras ou pode pedir complementos para as questões, deixando uma margem de erros maior para os candidatos, mas gerando uma maior chance de esclarecimentos necessários.

Leia também: 

Videoconferência: como se comunicar melhor

Dicas para entrevistas presenciais ou online

Por que as empresas aplicam entrevistas digitais?

Como a interação na entrevista digital é bem robotizada, as empresas usam este formato com o objetivo de substituir um recrutador fazendo uma Triagem e automatizar respostas padrões, pois elas ajudam a fazer os filtros iniciais e já eliminar candidatos que não se adequam aos requisitos mínimos da vaga.

Um processo seletivo tem diversas etapas e uma das primeiras é a Triagem dos melhores candidatos, para que estes profissionais sigam para as próximas fases, onde terão entrevistas presenciais ou online com gestores da área contratante. 

Como a entrevista digital é implementada em uma das primeiras fases do processo, seu principal objetivo é otimizar a coleta de respostas a questões iniciais, que são mais mecânicas e feitas apenas no primeiro contato com o candidato. São questões como:  

  • Qual é seu nome e idade?
  • Fale-me sobre você
  • Qual foi sua última remuneração?
  • Qual sua pretensão salarial?
  • Onde e com quem você mora?
  • O que você gosta de fazer?
  • Fale sobre suas últimas experiências profissionais
  • Por que você se interessou por essa vaga, ou por nossa empresa?

As entrevistas com interações em tempo real tem muito mais vantagens, por isso, acreditamos fortemente que as digitais dificilmente vão substituir as entrevistas diretas com os gestores de RH e com os líderes do setor contratante, pois seu objetivo é apenas automatizar processos na fase da Triagem. 

Leia também: 

Como negociar o salário em um processo seletivo

Qual é o seu ponto forte? Como responder

Qual é o seu ponto fraco? Como responder

As 8 melhores práticas para ser aprovado em entrevistas digitais 

Atente-se ao ambiente e ao posicionamento

Apesar de gravar as respostas da entrevista na sua casa, não significa que seja um processo casual e informal. 

Enganam-se os candidatos que não levarem com seriedade os processos seletivos que se iniciam com entrevistas digitais, pois eles precisam se portar como se estiverem em ambiente presencial. 

Para isso, atente-se:

  • Vista-se com trajes formais e profissionais;
  • Verifique como ficará o fundo da imagem dos seus vídeos: indicamos que você busque por uma parede branca ou com cores neutras para gravar os vídeos;
  • Verifique a iluminação: é importante que seu ambiente não esteja escuro na hora de gravar as respostas, pois os recrutador precisam te ver;
  • Assegure-se que o lugar é silencioso: se você já sabe que sua casa tem muito barulho durante todo o dia e tarde, opte por gravar no período da noite ou então busque por outros lugares para fazer sua entrevista digital;
  • Atente-se à sua comunicação não verbal

Os recrutadores estão analisando cada detalhe do seu vídeo. Já que não podem ter a interação em tempo real, eles se apegaram a todos os detalhes do candidato, desde a sua forma de falar até a sua comunicação não verbal, como gestos e movimentos. 

Lembre-se ainda que apesar de ser um vídeo, é necessário levar a entrevista de uma forma que pareça pessoal e com interação com o entrevistador. Na prática, indicamos que olhe sempre para câmera e converse naturalmente, como se tivesse falando de fato com outra pessoa. 

Respeite o tempo pré-determinado para cada resposta

Quando você iniciar a entrevista digital, irá perceber que cada questão tem seu tempo estabelecido. 

Indicamos que o profissional respeite este tempo e sempre responda às questões dentro do período indicado. Separe no mínimo 30 minutos para fazer a entrevista e não utilize o tempo de outras perguntas para complementar questões anteriores. 

Seja breve, direto e assertivo

Você terá oportunidade de se comunicar de forma mais flexível em outras etapas do processo seletivo, como nas entrevistas online ou presenciais. Então, ao iniciar sua entrevista digital, seja sempre objetivo nas respostas. Não se preocupe em não usar todos os minutos disponibilizados pela empresa para responder suas perguntas (embora elas forneçam uma ideia da expectativa de profundidade da empresa com cada resposta).

Treine seu discurso com antecedência

Para que você tenha mais facilidade de se concentrar, garantir tempo de resposta e assim melhorar sua performance, prepare-se antecipadamente para responder perguntas comuns de processos seletivos. Já adiantamos algumas delas no tópico “Por que as empresas usam entrevistas digitais?”.

Evite imprevistos

Quando você começa a responder a este tipo de entrevista, você não pode parar mais, nem regravar suas respostas. Então, evite problemas de interrupções para conseguir finalizar com sucesso e responder todas as questões da entrevista.

Atente-se à sua performance para não prejudicar o histórico

Não sabemos ao certo como as empresas estão lidando com esses dados de entrevistas, mas acreditamos que elas podem acessar as respostas de candidatos que já participaram de entrevistas digitais para verificar se eles se enquadram em outros processos seletivos dentro da empresa. 

Certifique-se então de entregar seu melhor resultado na entrevista, pois sua performance pode ser válida para esta e outras oportunidades. 

Leia também:

Entrevista de emprego: dicas para os diferentes tipos

Em busca de recolocação profissional? Conte com a driverh 

Como você viu, é essencial que os candidatos que estão em busca de recolocação final se preparem para os diferentes tipos de entrevistas do mercado e estejam atualizados em relação às novas ferramentas utilizadas. 

driverh é uma das melhores consultorias para recolocação profissional do Brasil. Conheça aqui a história de alguns dos profissionais que foram assessorados em suas Recolocações Profissionais pela driverh.

Converse conosco e tire suas dúvidas através de um call objetivo. Entre em contato conosco pelos nossos canais de atendimento: contato@driverh.com.br, (11) 3130 6975 ou (11) 9 5481 6647 (WhatsApp).


©2016 – Todo conteúdo produzido no site www.driverh.com é original e de autoria própria – Protegido pela Lei 9.610/98 dos Direitos Autorais na Internet.

Utilizamos cookies para proporcionar uma melhor experiência.